E se lhe disséssemos que na década de 30 as mulheres tiveram de oferecer os seus collants para fabricar pára-quedas, tendas e até material de aviões durante a guerra? Saibam mais agora neste capítulo 3 da História dos Collants!

Comentar